governo sao paulo
  • portugues
  • espanhol
  • ingles
  • diminuir texto
  • aumentar texto

Museu Casa de Portinari realiza programação sobre Direitos Humanos

Ações fazem parte da agenda ‘#SonharOMundo’, promovida pela Secretaria da Cultura do Estado, buscando debater temas como preconceito, discriminação e violência

O Museu Casa de Portinari, em Brodowski, se une aos outros 18 museus da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo em um projeto cujo objetivo é discutir assuntos relacionados aos Direitos Humanos na semana em que está constituído o seu Dia Internacional – 10 de dezembro. A instituição cultural administrada em parceria com a ACAM Portinari irá propor três atividades: Reflexão Coletiva, Oficina de Palavras e Roda de Conversa, seguindo o tema “Enfrentando nossos preconceitos”.

A primeira ação acontece no dia 8/12 (quinta-feira) e é destinada aos educadores da instituição. No encontro serão abordados os tipos de preconceito: racial, social, cultural, linguístico, religioso e sexual, buscando novas formas de superá-los por meio da educação.  

Nos dias 9 e 10/12, o público será convidado para integrar a Oficina de Palavras – #XôPreconceito, substituindo simbolicamente um preconceito com sentimentos nobres, como mais amor, respeito, solidariedade entre outros, em exigência à igualdade e ao respeito mútuo como condição necessária para o convívio social democrático.

Para fechar, em 11 de dezembro, será realizada a Roda de Conversa com o tema “Pessoas Privadas de Liberdade – Preconceito e Discriminação/Ressocialização e Inclusão”, com a participação de Silvio Luís do Prado, gerente regional de Ribeirão Preto da Fundação Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel (Funap).

De acordo com Cristiane Maria Patrici, gerente do local, a programação reforça um dos principais compromissos do Museu. “Todas as atividades são uma manifestação de respeito à cultura, opinião, sexo, religião, etnia e origem social, além do repúdio a toda forma de humilhação ou violência na relação com o outro”.

#SonharOMundo

Pelo segundo ano, os equipamentos da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo se mobilizam em torno de temas relacionados aos Direitos Humanos. Com uma programação específica e campanha nas mídias sociais, a iniciativa parte da premissa de que os museus também devem atuar como instrumentos de transformação social, contribuindo com o respeito à diversidade cultural e combatendo preconceito, discriminação e violência.

A ação envolve, em especial, cinco museus da Secretaria da Cultura do Estado: Memorial da Resistência, Museu da Diversidade Sexual, Museu Afro Brasil, Museu da Imigração e Museu Índia Vanuíre (em Tupã, interior de São Paulo).

Para abordar o assunto central nas mídias sociais, os 19 museus da Secretaria da Cultura irão publicar postagens com a hashtag #XôPreconceito, com frases de música ou literatura, vídeos produzidos com visitantes ou funcionários das instituições, imagens do acervo que remetem ao tema, entre outros conteúdos. Os internautas também serão estimulados a postar suas histórias pessoais, de como sofreram ou causaram discriminação e o que fizeram para enfrentá-la.

 

Serviço:

Projeto #SonharOMundo

 

Reflexão Coletiva

Data: 8/12/2016

Horário: às 17h

Público Alvo: funcionários do Museu

 

Oficina de Palavras

Datas: 9 e 10/12/2016

Horário: das9h às 18h

 

Roda de Conversa

Data: 11/12/2016

Horário: às 10h

 

Local: Museu Casa de Portinari (Praça Candido Portinari, nº 298 – Centro – Brodowski/SP)

Informações: (16) 3664-4284 – Núcleo de Programação Cultural e Núcleo do Serviço Educativo

Entrada: gratuita

 

Núcleo da Notícia Comunicação Corporativa:
(16) 3237.7367 / 3237.7368 / 3237.7369
André Luís Rezende – (16) 9.8142-4299
andreluisrezende@nucleodanoticia.com.br
Juliana Dias – (16) 9.9233-1823
julianadias@nucleodanoticia.com.br
Felipe Teruel – (16) 9.8136.8163
felipeteruel@nucleodanoticia.com.br
www.nucleodanoticia.com.br

Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo:
Viviane Ferreira – (11) 3339-8243
viferreira@sp.gov.br
Gisele Turteltaub
gisele@sp.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*