governo sao paulo
  • portugues
  • espanhol
  • ingles
  • diminuir texto
  • aumentar texto

Conservação e restauro de têxteis do acervo do Museu Casa de Portinari: gravatas e pares de meia

No segundo trimestre de 2016, o Museu Casa de Portinari, em Brodowski, deu continuidade à série de ações de conservação dos têxteis de seu acervo. No momento, foram concluídas intervenções em cinco peças da coleção: três gravatas e dois pares de meias de Candido Portinari. Os objetos são extremamente importantes, uma vez que, juntos aos demais pertences do artista, contam um pouco sobre as peculiaridades e gostos do pintor, considerado um dos maiores artistas plásticos brasileiros de todos os tempos.

Apesar de estarem acondicionados em Reserva Técnica – isto é, em área especial da instituição, não disponível para visitação do público em geral – os cinco itens já foram expostos ao longo dos quase cinquenta anos de funcionamento da instituição de Brodowski, além de, naturalmente, terem sido utilizados por seu antigo dono: segundo relatos dos familiares, Portinari sempre se apresentava em bons trajes, mesmo que em casa. Por isso, as intervenções eram de fato necessárias.

O trabalho foi realizado pela Empresa Julio Moraes Conservação e Restauro, de São Paulo, com duração de cerca de três meses.

Os procedimentos das intervenções foram semelhantes: desmontagem de costuras para higienização (para as gravatas), abertura de eventuais dobras, higienização por lavagem com detergente especializado, secagem horizontal e controlada, pequenos reparos (troca de antigas etiquetas em tecido com numeração de identificação, limpeza de eventuais botões), confecção de base para manuseio e guarda das peças e, por fim, embalagem de cada uma das peças em caixas adequadas para o transporte.

É importante ressaltar que os procedimentos descritos são bastante diferentes dos convencionais utilizados em ambiente doméstico. Por se tratarem de peças museológicas, o trato em cada uma das etapas é bastante minucioso e delicado, demandando um tempo considerável para passagem de uma fase a outra.

Feito todo esse procedimento, as gravatas e os pares de meia já estão de volta à Reserva Técnica, podendo ser eventualmente utilizados em exposições temporárias ou mesmo na Exposição de Longa Duração.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*