governo sao paulo
  • portugues
  • espanhol
  • ingles
  • diminuir texto
  • aumentar texto

Cronologia após 1962

Conheça fatos importantes na vida de Candido Portinari em sistema de cronologia.

Candido Portinari: cronologia após 1962

1963

Realiza-se a mostra de Candido Portinari no Palazzo Reale, Salla delle Cariatini, Milão (Itália), com 201 obras.

1964

A Livraria José Olympio Editora, publica o livro “Poemas de Portinari”.

1970

A antiga residência do artista em Brodowski transforma-se no Museu Casa de Portinari. O Museu de Arte de São Paulo apresenta a exposição “Cem Obras-Primas Portinari”.

1972

Realiza-se no Museu Nacional de Belas Artes uma mostra comemorativa dos dez anos da morte de Portinari.

1974

É realizada no Palácio das Nações Unidas, em Genebra, uma exposição de 42 trabalhos de Portinari, ocasião em que são lançados quatro selos comemorativos reproduzindo detalhes dos painéis “Guerra e Paz”. O painel “Tiradentes” é exposto no Museu de Arte de São Paulo e no Ministério da Educação, no Rio de Janeiro.

1977

Realiza-se no Museu Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro, a mostra “Portinari Desenhista”, reunindo 71 obras.

1978

Realiza-se no Museu de Arte de São Paulo, a mostra “Portinari Desenhista”, com 71 obras.

1979

É criado o Projeto Portinari, sediado na PUC/Rio de Janeiro, tendo à sua frente João Candido, filho do artista, com o objetivo de documentar não só a obra completa do pintor como também a sua geração.

1987

Realiza-se no Rio de Janeiro a exposição “25 Anos Sem Portinari”, com 50 obras.

1993

Realiza-se no Jockey Club Brasileiro (Rio de Janeiro), a exposição “Portinari 90 Anos”, com 80 obras.

1996

Realiza-se no Museu de Arte Moderna de São Paulo a exposição “Portinari Leitor” e “Portinari Imagens do Brasil”.

1997

Realiza-se no Museu de Arte de São Paulo a exposição “Retrospectiva”, com mais de 200 obras.

2003

Centenário do artista.

2007

Comemoração dos 50 anos do painel “Guerra e Paz”. O filho do artista, João Candido, participou das comemorações na sede da ONU em Nova York.

2009

O Museu de Arte de São Paulo inaugura a mostra “Portinari: As Séries Bíblica e Retirantes”.

2010

Comemora-se, no dia 14 de março, 40 anos do Museu Casa de Portinari, em Brodowski.
Com a reforma da sede da ONU, o Projeto Portinari traz ao Brasil os painéis “Guerra e Paz” para restauro.

2011

Recém-chegados ao Brasil, os trabalhos são expostos Theatro Municipal do Rio de Janeiro. O evento reuniu mais de 44 mil pessoas em 12 dias. Em seguida, os painéis foram restaurados em ateliê aberto, no Palácio Gustavo Capanema, sede do Ministério da Cultura no Rio de Janeiro.

2012

Após restauro, os murais são apresentados no Memorial da América Latina, em São Paulo, de fevereiro a maio, onde foram vistos por mais de 100 mil pessoas.