saopaulo.sp.gov.br Cidadão SP

Cultura e
Economia Criativa

saopaulo.sp.gov.br Cidadão SP

Cultura e
Economia Criativa

BRODOWSKI

portico-brodowski

Localizada na região nordeste do Estado de São Paulo, a cidade de Brodowski, berço do grande pintor Candido Portinari, tem sua história estreitamente ligada aos projetos de expansão da Cia. Mogiana de Estradas de Ferro, no final do século XIX. Em 1873 foi iniciada a construção do trecho de ferrovia que ia de Campinas a Mogi-Mirim, com ramal até a cidade de Amparo, e, mais tarde, até as margens do Rio Grande, passando por Casa Branca e Franca.

Cortando as terras da Fazenda Belo Monte, entre Jardinópolis e Batatais, a estação “Engenheiro Brodowski” – mais tarde apenas “Brodowski” – foi inaugurada em 5 de setembro de 1894. O nome é uma homenagem ao engenheiro polonês Alexandre Brodowski, responsável pelo encaminhamento do pedido, juntamente com outros fazendeiros da região, à Cia. Mogiana, e pela construção da estação. 

A partir de então, no entorno do barracão começou a crescer um povoado, mas a cidade só teve sua emancipação política em 22 de agosto de 1913, por meio da Lei nº 1381, momento em que foi elevada à categoria de município. Atualmente, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população da cidade é de 24.592 habitantes. Entre os principais expoentes brodowskianos, além de Portinari, está o jurista, escritor brasileiro e ex-Ministro da Justiça no governo Sarney (1985-1990), Saulo Ramos.

Dados Gerais

Área 298 Km²
Altitude 861m Latitude 21º s
Longitude 47º39!33”w
Topografia Terreno alto e plano
Clima Temperado
População 24.592
Região Administrativa 6º-Ribeirão Preto
Jurisdição Comarca de Batatais
Localização Região Nordeste/SP
Distância da Capital 337 Km

Municípios Limítrofes

Norte – Batatais
Sul – Rib. Preto e Serrana
Leste – Batatais e Altinópolis
Oeste – Jardinópolis

coreto-azul-brodowski