• portugues
  • espanhol
  • ingles
  • diminuir texto
  • aumentar texto

Museu Casa de Portinari recebe Milton Nascimento em seu 40 anos

O cantor e compositor visitou a instituição acompanhado pelo filho de Portinari, João Candido, com a promessa de compor uma canção em homenagem ao pintor de Brodowski.

A história de dois gigantes das artes do Brasil, um da pintura e outro da música, se uniu no Museu Casa de Portinari, no ano das comemorações de seus 40 anos. Na manhã de 09 de junho, o cantor e compositor Milton Nascimento visitou a instituição da Secretaria de Estado da Cultura, administrada em convênio com a ACAM Portinari, acompanhado por João Candido, filho do artista brodowskiano, fundador e coordenador do Projeto Portinari, para conhecer um pouco mais das obras de Portinari e se inspirar para compor uma canção em homenagem a um dos mais importantes pintores nacionais.

Para Milton, conhecer o museu não poderia acontecer em um momento mais oportuno. “Venho estudar bastante. Estou todo aberto para conhecer Portinari. João Candido me deu o presente de vir visitar o museu e também aconteceu aqui [em Brodowski] a primeira missa de sétimo dia da morte do meu pai. É emoção de tudo quanto é lado”, relata o cantor, que afirma ter tentado fazer com a sua música as maravilhas que Portinari fez com os pincéis.

Sobre a canção que fará para homenagear Portinari, Milton faz surpresa. “[Para compor] vou tirando um pedaço de um lugar e de outro. Não sei, pode ser que a música saia daqui a dois meses, como pode ser que saia hoje”. Atualmente, o cantor mineiro está trabalhando na produção de seu novo álbum, ainda sem nome, e prometeu se dedicar mais à nova composição assim que finalizar o CD, com previsão para ser lançado em agosto.

Em relação aos murais “Guerra e Paz” – que pertencem à ONU, mas serão restaurados no Brasil e expostos no Rio de Janeiro e em Paris (França) -, responsáveis pela aproximação entre Milton e João Candido, o cantor se disse emocionado. ”Os dois são tão fortes, que a primeira vez que eu os vi, chorei. Não tenho palavras para dizer sobre isso”, finaliza Milton, que foi convidado por João Candido para cantar na inauguração da exposição das obras no Brasil e na França, prevista para o segundo semestre.
Além da visita à casa onde Candido Portinari cresceu e desenvolveu seu talento para as artes, Milton recebeu no museu o carinho da população de Brodowski e atendeu a imprensa regional em uma coletiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*