• portugues
  • espanhol
  • ingles
  • diminuir texto
  • aumentar texto

Programação Outubro

Família Legal

Pensando no fortalecimento dos vínculos familiares, considerando que esses são os momentos de convivência mais significativos da vida o Museu Casa de Portinari propõe, aos finais de semana, uma experiência interpretativa com perguntas e respostas, quebra-cabeças, jogo da memória e leitura compartilhada para serem ressignificadas coletivamente. Ao final, os participantes recebem o certificado de “Família Legal”.

Oficinas Andantes

Uma ação do Museu Casa de Portinari para favorecer o acesso cultural de comunidades que não usufruem a instituição em sua totalidade. Realizadas mensalmente, elas percorrem os bairros mais afastados do município com oficinas de pipa e pintura a guache e desenho, brinquedos e antigas brincadeiras. Orientadas pelo artista plástico Ailton Rufato, as atividades são concebidas para contribuir com o desenvolvimento de diversas capacidades e das relações sociais.

32ª Edição do Concurso de Cartaz sobre a Paz do Lions Clubs International

Em 9 de outubro, às 9h, uma comissão, composta por cinco artistas plásticos, julgará 13 cartazes pré-selecionados pelo Lions Clube de Brodowski. Os ganhadores do primeiro, do segundo e do terceiro lugar ficarão expostos no Museu Casa de Portinari até 18 de outubro, às 10h, quando será realizada a cerimônia de premiação. Com o objetivo de transmitir uma mensagem de paz, o concurso teve a participação de jovens, entre 11 a 13 anos, que realizaram os trabalhos por meio do tema “Jornada da Paz” e incentivados pelas escolas da cidade. O Lions Clube de Brodowski participa desde a 1ª edição, no ano de 1988.

Domingo com Arte

Artistas produzindo, em tempo real, essa é a proposta do Domingo Com Arte, que acontece na esplanada do Museu Casa de Portinari. O público pode conferir processos da criação artística, materiais e técnicas.  Ainda, conhecer a produção dos artesãos locais e interagir com performances de poesias e estátua viva. Sempre no segundo domingo do mês.

 

SP GASTRONOMIA

Oficina de Culinária: Sabor da História

Oficina de polenta – receita tradicional da família Portinari. A atividade integra a programação da SP Gastronomia.

Oficina de Culinária: Doces Recordações

Oficina de pães, receita tradicional da mais antiga panificadora de Brodowski.  A ação integra a programação da SP Gastronomia.

 

É Gostoso ser Criança no Museu Casa de Portinari

De 08 a 13/10/2019

Museu Casa de Portinari desenvolve atividades e oficinas. As ações propõem diversão, criatividade e lazer, além de interação participativa, sempre visando o crescimento artístico e social das crianças, jovens e adultos de Brodowski. Contribuindo assim para o fortalecimento das artes e das relações familiares.

 

Oficina de Pintura

Pintura à tinta guache. As crianças após visitarem o Museu Casa de Portinari, farão a observação de algumas obras e réplicas expostas na casa e também na Praça. Elas serão convidadas e orientadas pelos educadores em como comporem sua própria obra, usando a criatividade. Serão disponibilizados lápis, papel, pincéis e tintas. Podem usar também, como fazia o artista Candido Portinari, a Praça e as brincadeiras como inspiração e tema para as pinturas. 

Oficina de Desenho

As crianças após conhecerem o Museu Casa de Portinari e observarem objetos e obras expostos na casa, serão levadas a refletirem sobre a importância destes objetos para a família e conhecerão a relação afetiva de Portinari com a residência. Na esplanada serão disponibilizados lápis e papel, e a garotada poderá contar com a orientação do educador. As crianças farão desenhos de acordo com o que já conhecem em relação ao Museu. A criação poderá ser realizada em duas modalidades: de observação ou de memória. Apenas com o lápis grafite, serão levadas à trabalharem luz e sombra, além de tonalidades diferentes, cada uma com sua criatividade, dando vida ao seu desenho.

Oficina de Amarelinha “Diversas”

A amarelinha foi trazida ao Brasil pelos portugueses e rapidamente se tornou popular pelo fato de poder ser jogada em praticamente qualquer lugar e com um pouco de espaço livre. Em algumas regiões do Brasil, a brincadeira recebe os nomes de academia, maré, sapata, avião ou macaca. O jogo possui dezenas de variações, mudando principalmente de formato como, por exemplo, a amarelinha em forma de caracol, a africana, que também é bastante conhecida por aqui. Diante de todo esse caldeirão de influências a proposta é explorar as mais variadas formas de brincar a amarelinha onde a criança, além de jogar, será personagem principal na confecção da brincadeira.

Oficina de Colagem

As colagens são obras de artes variadas caracterizadas pelo uso de diversos tipos de materiais — papéis, fotografias, fitas e tecidos, por exemplo — sobre um fundo. Não importa o meio, a principal característica da colagem é a utilização dos mais diferentes materiais para a criação de resultados incríveis. Por exemplo: uma tesoura para fazer recortes nos mais diferentes formatos ou usar folhas que podem ser rasgadas com as próprias mãos para se criar um visual menos controlado. No fim, a colagem provavelmente terá várias camadas proporcionando um visual colorido e surpreendente.

Oficina Jogo de Tabuleiro

Muitas crianças encontram neste jogo um meio de ampliarem sua criatividade e potencial intelectual, o que às vezes demoraria para ser desenvolvido pela falta de estímulos adequados. É preciso, no início, que aprendam as regras, familiarizem-se com o tabuleiro, descubram seus aspectos físicos, sua geometria e procurem a solução para pequenos problemas.  A atividade favorece o desenvolvimento mental das crianças, aumentando a capacidade de cálculo, raciocínio, e, também de concentração.

O tabuleiro deve ser montado de modo que a grande diagonal comece ao lado esquerdo de cada jogador. Assim, a primeira casa à esquerda de cada jogador será preta. O jogador que estiver com as peças brancas começa a partida e pode dar o primeiro lance. A seguir, os jogadores alternam jogadas até o fim da disputa. As peças comuns só podem se movimentar para a frente, para uma casa preta livre na próxima linha, diagonal à casa atual. As damas podem se movimentar em diagonal para frente e para trás para qualquer casa livre, desde que o caminho esteja livre. O jogo termina quando todas as peças de um jogador forem capturadas ou quando ele não puder mais fazer nenhum lance válido.

Oficina de Contação de Histórias

Esta oficina aponta técnicas e metodologias para a apresentação e desenvolvimento de histórias com crianças.  A partir de exercícios que estimulam a criatividade e a oralidade, os educadores experimentam diversas formas de trabalhar com esta arte milenar em suas práticas pedagógicas. A oficina se justifica pelo fato de que a contribuição da contação de histórias na formação do leitor torna-se possível se forem criados momentos nos quais a história seja vista pela pura beleza da literatura e pelo encantamento que cada texto tem, fazendo com que a prática lúdica esteja presente no crescimento da criança.

 

 

Informações: (16) 3664-4284

Entrada: gratuita

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*