saopaulo.sp.gov.br Cidadão SP

Cultura e
Economia Criativa

saopaulo.sp.gov.br Cidadão SP

Cultura e
Economia Criativa

ACESSIBILIDADE

O Museu Casa de Portinari iniciou o trabalho de acessibilidade para públicos especiais no início dos anos 80, época em que a instituição passou a receber visitas de pacientes do hospital psiquiátrico de Brodowski, de alunos das “classes especiais” de escolas municipais, estaduais e das Apaes (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais) da região, do colégio de educação especial Egidyo Pedreschi e de pacientes da Clínica de Psiquiatria e Dependentes Químicos do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, além de grupos de terceira idade e outras instituições afins.

Em 2006, por meio do Programa Educativo para Públicos Especiais (Pepe) da Pinacoteca do Estado, com o apoio da Visa do Brasil, o Museu Casa de Portinari intensificou suas ações de acessibilidade.

maquete-acessibilidade-mcp

presencial

• Visitas monitoradas;
• Acessos adaptados;
• Vagas identificadas para deficientes físicos na Praça Candido Portinari, em frente ao museu (não há estacionamento próprio);
• Cadeiras de rodas, andador e bengala;
• Textos informativos em tinta e em braile;
• Audioguia e DVD*, em Libras, com a apresentação do museu para o deficiente auditivo;
• Maquete tátil com a arquitetura do museu;
• Réplicas táteis de obras bi e tridimensionais;
• Réplicas táteis de móveis e ambientes;
• Jogos, quebra-cabeças e detalhes de obras.

online

• Site acessível, com aplicação de contraste, letras maiores ou menores A+/A- e o Hand Talk.
• Postagem em redes sociais com a hashtag #PraCegoVer (descrição da imagem para cegos).
• Descrição para cegos em materiais utilizados para comunicação digital, através do atributo ALT das imagens.